A busca da carreira dos sonhos


Ter uma carreira “bem sucedida” já é um enorme desafio e fica ainda mais arrojado se adicionarmos mais um componente que é de sermos “felizes” naquilo que fazemos.

Ter uma carreira de “sucesso” remete a vários fatores como atingir um título ou cargo relevante, ter uma alta remuneração financeira e, no caso de empresários, estar à frente de um negócio ou produto diferenciado, com destaque no mercado ou na sociedade.

Já a “felicidade” traz componentes mais sutis relacionados com sensação de se “sentir” satisfeito, alegre e energizado, bem como ter um equilíbrio do trabalho com as outras áreas de vida, como a saúde, família e o lazer.

Segundo uma pesquisa realizada recentemente pela Consultoria Fredy Machado, que analisou 21 Estados brasileiros, foi apontado que 64% das pessoas gostariam de fazer algo diferente do que fazem hoje para serem mais felizes.

Cada um de nós é único, possuímos uma identidade específica, que inicia a partir do nosso nascimento e continua com a formação da nossa personalidade e crenças, com base na nossa vivência: educação, cultura, ambiente familiar, social, etc., portanto também temos expectativas de sucesso e felicidade diferentes uns dos outros.

Além disso, vivemos num mundo de mudanças rápidas e imprevisíveis, por isso nos deparamos com diversas adaptações que nos desafiam, mas também oferecem uma riqueza de diversidades com infinitas oportunidades, para aprendermos e evoluirmos. Segundo a FIA (Fundação Instituto e Administração) profissões de algumas áreas estarão em alta nos próximos anos como: Tecnologia; Dados; Compliance; Experiência; Qualidade de Vida e Saúde.

Nas minhas experiências com desenvolvimento e apoio aos profissionais, identifiquei que os anseios são distintos: alguns relataram não conseguir se destacar dentro da organização e continuavam no mesmo cargo/salário há muito tempo. Outros queriam fazer a transição da carreira, mas tinham receio de mudança, além de não saber como dar o próximo passo. Ah, e tem também os jovens aprendizes que estão começando a vida profissional e estavam na empresa numa função administrativa, alguns estudando para profissão diferente daquela onde estavam trabalhando, mas que não sabiam de fato qual sua escolha para o futuro.

Todas essas definições e escolhas são de fato desafiadoras, por isso gostaria de compartilhar aqui alguns passos para auxiliar na busca da carreira dos sonhos:

§ Passo 1: Descobrir o seu propósito de vida;

§ Passo 2: Identificar os seus objetivos profissionais;

§ Passo 3: Mapear como você é (autoconhecimento);

§ Passo 4: Elaborar um plano de ações;

§ Passo 5: Manter o plano para atingir os objetivos.


Passo 1: Descobrir o seu propósito de Vida


O início da nossa Carreira normalmente ocorre na nossa juventude, quando ainda não temos vivências de trabalho, mas recebemos a influência de pessoas, do ambiente e dos meios de comunicação para definir qual a nossa profissão e/ou formação. Além disso, muitas vezes também precisamos começar a trabalhar para pagar nossas despesas e/ou auxiliar nos gastos familiares.

Então é comum só conseguirmos de fato definir com maior assertividade o que desejamos ser na vida profissional depois de vivenciar algum tempo trabalhando e/ou ainda contando com o apoio de uma análise vocacional e também um profissional da área de carreira, para nos ajudar a entender: “Qual a minha missão de vida”; “O que eu quero conquistar, onde, quando e porque”, “No que eu acredito e valorizo”.

O trabalho fica muito mais prazeroso quando fazemos aquilo que gostamos e amamos, quando temos aquela sensação de que, quanto mais trabalhamos, mais nos sentimos revigorados.

Como dica, faça uma avaliação buscando identificar:

ü O que eu desejo?

ü Onde eu quero chegar?

ü O que eu preciso?

ü O que eu quero conquistar?

ü Quais são as minhas necessidades?


Mapa da Vida é uma das ferramentas para identificar e medir as necessidades individuais, num determinado momento.



Passo 2: Identificar os seus objetivos profissionais

Após ter clareza do seu propósito é importante definir os objetivos e metas a serem alcançados na área da Carreira para que possamos traçar uma direção para atingir esse alvo.

Quando mais informações tivermos sobre o(s) objetivo(s) mais condições teremos de estabelecer e focar ações que nos propiciem chegar onde queremos. Veja abaixo um estudo realizado com estudantes de Hardard, o qual demostrou melhores resultados àqueles que tinham seus objetivos definidos, formalizados e planejados:


Fonte: What They Don´t Teach You at Harvard Business School by Mark McCormack


Alguns exemplos de informações importantes para descrever objetivos: O que você quer da sua vida? Em qual área quer atuar? Qual função quer exercer? Quer fazer concurso público, trabalhar em uma empresa ou ter o próprio negócio? Onde você pretende estar daqui a 5, 10, 15, 30 anos?

Como dicas:

ü Faça uma lista com objetivos profissionais.

§ O que eu quero...

§ O que eu não quero...

ü Defina um objetivo maior, aquilo que é o seu grande sonho e o que você ganha o conquistando.

ü Estabeleça metas detalhadas como, por exemplo, a metodologia SMART: (Specific) específica, (Measurable) mensurável, (Attainable) alcançável, (Realistic) realista e (Timely) temporal.



Passo 3: Mapear como você é (autoconhecimento)

Você conhece seus pontos fortes e pontos a desenvolver? Se sim, sabe dizer se eles condizem com aquilo que você busca na carreira? E ainda, se conhece e sabe que há pontos a melhorar, está “verdadeiramente” disposto a trabalhar no seu autodesenvolvimento e sabe como pretende fazer isso?


Existem várias maneiras de podermos mapear nossas características. Uma delas é buscar um feedback com pessoas que atuamos, mas aqui fica a dica que cada um pode fazer uma leitura (referencial) diferente, então é bom ouvir várias pessoas.

Outra forma é utilizar ferramentas de análise potencial. Aqui vai outra dica: é recomendável receber uma devolutiva dessa análise de um profissional, pois além de esclarecer eventuais dúvidas, também pode nos orientar a respeito de como correlacionar do resultado com aquilo que buscamos na carreira.

Como complemento desse tema, vale compartilhar que no mercado de trabalho como um todo, existem necessidades requeridas como:

§ Conhecimento: tem a ver com nossa formação e atualmente existem muitos cursos de especialização fornecidos por diversas entidades de forma presencial ou à distância, com diversas cargas horárias e custos por isso analise bem antes de escolher o que servirá para sua carreira;

§ Habilidades: são, normalmente, obtidas por meio de prática realizadas. Há pessoas com dons específicos e facilidades naturais que devemos considerar, mas na maioria das vezes a excelência vem com muita repetição e desafios superados e aprendidos em situações de adversidade;

§ Atitudes: tem relação com a maneira pela qual nos comportamos diante de determinadas situações. Aqui tem muita relação com nossa personalidade, valores e crenças, bem como a maturidade obtida a partir de vivências que nos ensinam a lidar com situações e pessoas, no cotidiano.

Dados do relatório anual da Workana, plataforma que conecta freelancers a empresas da América Latina, apontam que no ranking das habilidades do levantamento global, aparecem: resiliência, flexibilidade, liderança e inovação como fortes tendências daqui pra frente.


Passo 4: Elaborar um plano de ações

Para atingir os objetivos precisamos traçar o caminho, fazendo um planejamento, que contenham as ações a serem feitas, divididas por etapas a serem alcançadas (mini metas), estabelecendo prazos, recursos, responsáveis, etc.



Especifique as ações para cada objetivo, como por exemplo:

ü Estudar as profissões em alta no mercado, correlacionadas com meu propósito;

ü Pesquisar cursos que terei de fazer (local, conteúdo, carga horária, custo);

ü Prever recursos que terei que usar (custos; tempo; equipamentos, etc.);

ü Distribuir currículos em rede social, entre amigos e empresas recolocação; etc.


Passo 5: Manter o plano para atingir os objetivos

Para aplicar o plano de ação é necessário dedicação, comprometimento e perseverança. Contudo muitas vezes podemos nos deparar com desafios, obstáculos e imprevistos.

Por isso é importante identificar previamente eventuais situações de riscos e possíveis impactos, principalmente aquelas previsíveis. Dica aqui também é contar com um profissional ou ferramenta que possa lhe auxiliar na identificação desses obstáculos.

Com base nessas informações montar contingências para mitigar possíveis impactos no plano, além de prever estímulos para continuidade, tipo comemorações intermediárias.

Lembre-se que você é o principal responsável pela implementação do plano e no final receberá a principal recompensa que é alcançar a Carreira dos Sonhos!





12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Sem Título-1
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco
MENSSAGER.png
11 2977- 4104 /11 95050-8695
contato@institutophases.com

 

Segunda à Sexta - 8:00 às 21:00
 Sábado - 8:00 às 17:00


 

R. Voluntários da Pátria, 2736 - Santana - São Paulo- SP