Saiba mais - Mulher, vai com (c)alma

A primeira turma nesse formato online foi realizada durante o mês de Julho, com a presença de 20 mulheres incríveis que se encontravam semanalmente às terças feiras, por 5 semanas (os 5 módulos do programa)! Foi formada uma rede muito poderosa no whatsapp e na vida de troca e desenvolvimento! Abaixo você pode conferir o depoimento de alguma delas sobre o programa e os benefícios desse processo!  

                                               

Anne e Brenda ficaram tão encantadas e surpreendidas positivamente com esse processo que querem continuar esse projetos com muitas turmas de mulheres para que possam encontrar em si mesmas e na troca entre elas as respostas que mais precisam e desejam! 

 

Vem com a gente nessa jornada de descoberta e desenvolvimento pessoal! Próxima turma começa 8 de setembro e você pode participar de onde estiver!!

O Mulher vai com (c)alma é um projeto da Instrutora de Yoga e formada em Políticas Públicas, Brenda Bela e a Psicóloga, Empreendedora e Coach, Anne Prado. É um programa prático de Mulheres com proposta sistêmica e interdisciplinar 100 % online de vivenciar o tema: "O que envolve ser mulher?"

"Esses encontros me trouxeram novos direcionamentos, novas visões. Compartilhar com outras mulheres e conhecer outras histórias foi muito importante para mim."

- Marcella Gouvea

- Tamires Cardoso

"Ter participado do projeto "Mulher vai com (C)alma" me fez refletir sobre tantos aspectos que permeiam a minha vida e que não havia dado tanta atenção por muito tempo. Saúde, família, casamento, sexualidade, trabalho... Há tanto o que se pensar, repensar, mudar, melhorar, aceitar, entender. Essa foi uma oportunidade de iniciar um processo de reconhecimento e aprendizado que levarei sempre comigo.

Hoje, vivendo um momento de recomeço na vida profissional e, aprendendo com as minhas emoções e história de vida, esse projeto veio para complementar com pensamentos e conteúdos especiais, me fortalecendo ainda mais para atravessar essa fase. Agradeço pelo material complementar nos dados em todos os encontros, um material com texto, vídeo e áudio para meses de estudo. Já os encontros foram oportunidades de conhecer tantas outras realidades e experiências de mulheres com histórias de vida tão diferentes, mas ao mesmo tempo, conectadas pelos temas que fazem parte da vida de qualquer uma de nós.

Anne e Brenda conduziram esse projeto com carinho, dando todo o suporte necessário para todas as participantes se sentirem a vontade nesse espaço que era só nosso. Obrigada a todas que tive a oportunidade de conhecer!"

"Eu fiquei sabendo do projeto pela Anne e eu imaginava que seria muito legal, nunca tinha participado de nada parecido, só não esperava como seria rica essa troca entre mulheres tão diferentes. Acredito que neste período de quarentena todas nós passamos por momentos de insegurança, incerteza, ansiedade, introspecção, mudanças (cada uma em sua realidade) e nos encontros pudemos enxergar diferentes visões, dividir, aprender umas com as outras, nos emocionar e nos autoconhecer. 

Eu já estava antes em um momento muito profissional de vida, que só se intensificou na quarentena. O programa foi incrível para melhorar e otimizar diversas ideias que eram apenas pensamentos soltos e que ainda não estavam nem no papel. Foi um período de auto conhecimento, um "clarear de ideias e visões". Hoje valorizo (ainda mais) a beleza, a complexidade e o poder que é ser mulher, mas especialmente o poder de sermos mulheres JUNTAS.

Obrigada a todas as mulheres incríveis que participaram dessa troca maravilhosa e especialmente às idealizadoras desse projeto lindo, Anne e Brenda, que tiveram um carinho, uma doação enorme de conhecimento, tempo e atenção com todas nós!"

- Lili Chiurco

"Descobri o projeto "Mulher vai com (c)alma" fazendo uma busca na internet depois de ter passado pelo maior amor e a maior dor da minha vida que foi ter dado a luz e logo em seguida ter perdido meu filho Samuel, que hoje é a luz mais brilhante que consigo ver no céu. Estava as voltas com que é ser mulher, maternidade, culpa, luto e buscando respostas e alívio.

Bom, foi quando durante o período dos encontros tive contato com mulheres incríveis, fortes, dedicadas, de garra e que com elas consegui aos poucos ver que muitos sentimentos e sensações eram comuns a todas nós. Percebi, ao longo do projeto, que para além de ser mulher, somos seres de respeito, de dedicação e - principalmente - de transformação.

Encerro essa etapa do projeto "Mulher vai com (c)alma" modificada, melhor, mais feliz e certa de que o apoio e todo o aprendizado fez, e segue fazendo, a diferença tanto para o ressignicando do meu luto, quanto para o que é ser mulher. Minha gratidão e admiração a Anne, a Brenda e a todas as mulheres que comigo estiveram nesse momento, vocês são incríveis."

- Luciana Monteiro

"Sou mãe, casada, tenho 4 gatos e trabalho em casa. Antes de começar o programa mulher vai (c)alma, eu achava que me sentir realizada era cumprir com as tarefas da casa, filho, deixar a comida pronta, trabalhar, me dedicar como mulher a família, achava normal ter mil e uma utilidades durante o dia, e ficar sobrecarregada, eu me cobrava muito quando faltava alguma tarefa que eu não conseguia cumprir.

Logo na primeira aula, Brenda e Anne propuseram uma atividade que me fez cair na real, essa atividade foi a mais marcante para mim, onde eu percebi que eu estava me dedicando a minha família 100% e minha saúde, lazer apenas 10%. Ou seja eu não tinha tempo pra mim, e mesmo nos dias em que eu não acordava bem e indisposta eu levantava e trabalhava, me cobrava, e dizia a mim mesma: você tem que se forte. Foi quando em uma das rodas a Anne disse: "tudo bem se não produzirmos durante aquele dia que acordamos indispostas", está tudo bem se você não for forte, as vezes precisamos de um tempo para nós, somos seres com emoções, defeitos, devemos nos cobrar menos e respeitar o nosso tempo de recolhimento.


Isso abriu muito a minha mente, os matérias são perfeitos, muito ricos, da pra sentir o amor e carinho delas na escolha dos conteúdos, amei as dicas de vídeos, podcasts, livros e séries. Me enriqueceu muito! Participar deste programa para mim, foi como mergulhar no meu interior, no meu passado, na minha ancestralidade, os encontros online foram muito importantes para todas as mulheres da roda, uma complementou a outra, como se fossemos um elo de uma corrente, choramos, compartilhamos nossos medos, culpas, alegrias, cobranças, nos apoiamos, nos conhecemos, todos os encontros com muito respeito, todas falaram, todas as mulheres se sentiram a vontade para compartilhar oque sentiam, acredito que todas nós saímos mais evoluídas, empoderadas, maduras, fazer parte de tudo isso em meio a uma pandemia, vai ser uma vivência que levarei para sempre na minha vida, aprendi muito com elas durante este tempo, me sinto outra mulher, as meditações da Brenda era a pausa que eu precisava no meu dia, ouvir as palavras de cada mulher da roda me enriqueceram muito, desejo muita prosperidade a elas, e que este programa alcance o maior número de mulheres possível.


Consegui através delas enxergar o que faltava em mim, sinto orgulho e sou muito grata a elas e todas as mulheres que lutaram para chegar onde nós chegamos hoje, que não deixaram morrer este sagrado que habita dentro de nós mulheres, agradeço a todas as mulheres da roda, mulher vai com (c)alma não pode parar!!!"

- Dayane Loureiro

"Estou em transição de carreira e entrar em contato com as minhas questões internas tem feito a diferença nessa nova caminhada. Aprender a lidar com as minhas emoções num momento delicado que estamos vivendo tem feito a diferença. Na minha busca de novas experiências nesse processo, encontrei na internet o evento Mulher vai com (c)alma e resolvi me inscrever para me abrir a algo novo e me surpreendeu muito. Foi muito bem organizado todo o processo e a forma como foi conduzido. 

Acredito que a troca de grupo de mulheres ajudam muito a complementar o processo que estou passando, de me conhecer e de entender que todas nós temos nossas dificuldades e questões.  É um processo individual, mas podemos complementar quando podemos ter o coletivos e a rede de apoio.  Foi uma experiência muito rica e acolhedora, eu não conhecia ninguém e não sabia como seria conduzido esse processo. Me surpreendi pelo conteúdo, materiais e discussões ricas e as partilhas no grupo.  Para mim o encontro da mulher no amor que trouxe as questões das relações e da sexualidade. 

Todos os encontros foram importantes e se complementaram. A troca de experiências e a liberdade de poder se comunicar foi muito relevante. Me senti muito a vontade em todo o processo. Um dos benefícios que esses encontros me proporcionaram foi a força que existe dentro de um grupo de mulheres com o mesmo objetivo de acolher, compartilhar e fortalecer uma a outra.  Entender que juntas temos mais forçar e que cada uma de nós podemos fazer a diferença nas nossas vidas e na vida de outras mulheres.  


Estou aos poucos entrando em contato com todo o conteúdo compartilhado e as dicas valiosas que foram deixadas em cada encontro. Conteúdos incríveis que vou consumir por muito tempo.  Aprendi a respeitar o nosso processo, lembrando que cada uma tem o seu tempo e que não estamos sozinhas nessa jornada. Obrigada Anne e Brenda pela criação desse grupo incrível e por todas as mulheres que se permitiram fazer parte desse processo."

- Juliana Lopes Nascimento

  • Sem Título-1
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco
MENSSAGER.png
11 2977- 4104 /11 95050-8695
contato@institutophases.com

 

Segunda à Sexta - 8:00 às 21:00
 Sábado - 8:00 às 17:00


 

R. Voluntários da Pátria, 2736 - Santana - São Paulo- SP